Instituto Vita Sana

Formações em Saúde Natural 

O que são os super alimentos?

O que são super Alimentos


Porquê precisamos de super alimentos?


Nos dias de hoje muito se tem ouvido falar de super alimentos, entraram na moda certos alimentos que se destacam pelo seu exotismo, quer pelos seus lugares nativos, assim como pelas suas propriedades super tonificantes, ou super desentoxicantes. Como por exemplo a Maca proveniente do Peru, ou das bagas Goji provenientes do Tibete (China), ou das sementes Chias que têm origem no México e América Central.

É verdade que cada vez mais as pessoas estão expostas a um enorme número de agressões ambientais externas e internas, como um elevado grau de stress no trabalho, na família, alimentação pouco saudável e poluição ambiental. Esse desgaste continuo vai resultar num esgotamento físico e mental que se pode manifestar por um sistema imunitário enfraquecido, por um cansaço extremo, ou por níveis de stress e alterações emocionais elevadas, que podem levar mais tarde a graves problemas de saúde.

Sendo este panorama da nossa sociedade cada vez mais comum e generalizado, devemos compreender que as necessidades nutricionais de um organismo que está exposto a tais agressões, será muito mais elevada a nível dos elementos essenciais que garantem um aporte de níveis energéticos adequados.

Por isso, compreende-se que recentemente começou a aparecer este nicho de mercado dos super alimentos, que dão uma resposta nutricional à população da qual realmente precisam, para melhorar a qualidade de vida do quotidiano, ao nível físico e mental. Fazendo com que as pessoas estejam equilibradas e aproveitem a vida com o máximo de saúde.


O que são os super alimentos?


São denominados de super alimentos aqueles alimentos de alto teor em fito nutrientes com elevados benefícios para a saúde.

Se consumidos regularmente trazem extraordinários benefícios para a saúde. Estes alimentos são geralmente naturais e contêm altos teores de vitaminas, minerais, aminoácidos essenciais, ácidos gordos essenciais ou antioxidantes. A incorporação destes alimentos na alimentação diária melhora de um modo geral a saúde física e mental.

Os super alimentos são uma óptima opção para todos aqueles que praticam um estilo de vida saudável e querem preservar a saúde e prevenir a doença.

Os super alimentos são assim designados por serem alimentos que, para um dado valor energético, apresentam uma concentração elevada de nutrientes essenciais, enzimas e fito químicos antioxidantes. 

As plantas contêm compostos biologicamente activos, denominados fito químicos, que são os responsáveis pela determinação da sua cor e sabor, conferindo-lhes proteção durante o seu crescimento e atraindo aves e insetos, que garantem a sua polinização e disseminação de sementes. Quanto mais escura a cor destes alimentos, maior a sua riqueza em vitaminas e minerais, como por exemplo os brócolos, espinafres e couves, que têm uma cor verde escura.


Os espinafres e as couves contêm luteína, fito químico do grupo dos carotenoides com ação antioxidante e protetora da região macular da retina, ajudando na diminuição da deterioração da visão relacionada com a idade, ajudando a prevenir e melhorar a Degeneração Macular Relacionada com a Idade (DMRI).

Estudos científicos têm descoberto várias categorias de fito químicos, entre os quais compostos fenólicos (flavonóides, ácidos fenólicos e complexos taninos condensados), carotenoides (carotenos e xantinas) e ainda vários outros, presentes em alimentos como o alho (sulfuretos de alilo), brócolos (sulforofano), cogumelos Shiitake (lentinula edodus), etc…

De um modo geral, alimentos vegetais de cor verde, as frutas frescas e frutos secos, as algas marinhas e ainda os produtos da colmeia podem apelidar-se de super alimentos, pois têm uma elevada capacidade de absorção do radical livre oxigénio, quanto maior a capacidade do alimento fixar o oxigénio, maior a sua capacidade antioxidante.

Os compostos fito químicos e vários tipos de extratos destes alimentos, poderão ser incluídos na sua alimentação, através de múltiplos suplementos alimentares que os fornecem, tornando mais prática e eficaz a sua inclusão no dia-a-dia

.

Quais as várias funções dos super alimentos e como combiná-los entre si?


Conheça os super alimentos que são tonificantes


Os super alimentos podem ser uteis para fornecer energia suficiente ao organismo e tonificar estados de cansaço e esgotamento mental e físico. Como será o caso da Maca, bagas Goji, Ginseng, cacau, cogumelos Chineses Reishi ou Ganoderma, cogumelo Shitake, Melaço de cana, polen, mel.

Todos estes super alimentos atrás mencionados, vão tonificar o sistema imunitário, aumentam os níveis de energia, e aumentam o bem-estar e clareza mental. O Cacau natural é um excelente estimulante e antidepressivo natural, aumentando os níveis de serotonina sem efeitos secundários de dependência.

O melaço de Cana e as bagas Goji são ambos excelentes tonificantes do sangue, sendo uma combinação ideal para anemias e estados de esgotamento generalizados. Será aconselhado adicionar Maca, Ginseng ou Geleia Real, ou ambos, caso exista um cansaço extremo em que a pessoa só quer estar deitada, falar pouco, com tez pálida, e com pouca iniciativa para fazer coisas.

Se houver alguma questão relacionada com um sistema imunitário enfraquecido, em que a pessoa facilmente se constipa ou tem gripe, ou se torna suscetível de ter viroses, ou ter infeções urinarias comuns, ou episódios de manifestação de Herpes Zoster recorrentes, convém adicionar a sua alimentação fortes estimuladores naturais do sistema imunitário como os cogumelos Chineses Reishi ( Ganoderma) , Shitake e o pólen.


Conheça os super alimentos que são desintoxicantes


Existem super alimentos que são uteis para retirar o excesso de toxinas corporais acumulados quer por excessos de ingestão de alimentos pouco saudáveis, ou por excesso de sedentarismo, e acumulação de stress que não contribui em nada para a eliminação das toxinas e renovação celular. Para termos um organismo saudável será sempre importante haver desporto para que um bom aporte de sangue chegue a qualquer lugar do nosso organismo e faça respirar e limpar todas as nossas células. Só assim vamos promover uma vida saudável de todas as nossas células e sistemas de órgãos.

Por isso convém lembrar que todos os super alimentos que serão mencionados a seguir, serão os indicados para pessoas que têm uma alimentação pouco saudável, acumulação de stress e excesso de sedentarismo.

Assim, podemos contar com a ajuda de super alimentos como a espirulina, alga clorela, erva de trigo, erva de cevada, sementes de Chia, sementes de Cânhamo, e Brócolos.

Todos estes super alimentos apresentam-se atualmente sob a forma de pó. Assim, por exemplo recentemente começaram a adicionar um vegetal comum, como os Brócolos em pó, ao grupo dos super alimentos. Pois, os Brócolos contêm um fitoquímico denominado sulforafano, cujas propriedades estimulantes de um dos sistemas responsáveis pela desintoxicação do organismo, tornam este alimento útil, na eliminação de agentes cancerígenos. Prevenindo o cancro. Tendo um efeito antioxidante bastante forte.


Quer a alga clorela, a espirulina , a erva de trigo e erva de cevada podem ser ótimos super alimentos para começar o dia de uma forma mais leve e energética, Atenção que esta energia não é igual a energia que vem da toma de um café, que é uma energia estimulante. Esta energia vem de um resultado de uma eliminação de toxinas, da limpeza do fígado e rins, dando assim uma sensação de bem-estar, leveza e de energia, acompanhada com alguma clareza e frescura mental.


Aconselhamos logo de manha em jejum esta toma de alimentos desintoxicantes, pois durante a noite grande parte do nosso sangue armazenou-se no fígado. Sendo o fígado um órgão purificador, será normal que este nosso filtro necessite de ser limpo de todas as suas impurezas acumuladas durante a noite. Da mesma maneira que tomamos banho todos os dias externamente, deveríamos igualmente de ter o cuidado em ter uma higiene interior, desintoxicando o nosso organismo.


Outra mesinha caseira conhecida é tomar um copo de água morna com umas gotas de limão logo de manhã em jejum, cerca de 30 minutos antes do pequeno almoço. Esta receita tem um efeito parecido e é eficaz pelas mesmas razões mencionadas acima.

Aliás existe um tratamento chamado pela “Cura do limão”. (


Os super alimentos mais famosos


Erva de trigo:
Erva germinada do grão de trigo, com um teor elevado de enzimas vegetais, que promovem a digestão e beneficiam a perda de peso.

Provém das folhas jovens do trigo e não contém glúten. É extremamente rica em clorofila, vitaminas e minerais, como ferro e vitaminas A, B e C.

É conhecida por potenciar a purificação, nutrição e reconstituição do sangue. O sumo de erva-de-trigo é uma bebida muito interessante e completa do ponto de vista nutricional. As folhas jovens do trigo são consumidas em sumo ou secas.

Erva de cevada
Com minerais como o cálcio, ferro e vitaminas como a C e a B12, contém ainda flavonóides. 
Estudos sugerem que o sumo de erva de cevada, pelos seus constituintes, beneficia a actividade antiviral e tem um efeito desintoxicante.

Brócolos

Regulação da pressão arterial (Hipertensão), propriedades antioxidantes dos tecidos do corpo. Ele também tem propriedades anti-inflamatórias e relaxa os músculos do coração e artérias. Antioxidantes que beneficiam a mácula dos olhos e ajudar na prevenção da degeneração macular relacionada com a idade. Contém cálcio e Vitamina K, que reforça osso e previne a osteoporose.


Algas
São plantas com grande capacidade antioxidante, devido ao seu teor em fucoxantinas (fitoquímico do grupo dos carotenóides, que confere um pigmento de cor acastanhada às algas).

As algas fornecem nutrientes importantes, como iodo e selénio, muitas vezes ausentes na alimentação estritamente vegetariana, devendo ser, por isso, um alimento de eleição para pessoas vegetarianas. Estudos recentes apontam para o efeito protetor destes nutrientes, relativamente ao risco de desenvolvimento de cancro, entre as mulheres japonesas.

A variedade mais doce, de algas marinhas, é a Nori, comummente utilizada na confecção de sushi, mas também utilizada em sopas, saladas e pratos fritos. 

Spirulina (ou Espirulina)

Microalga cultivada e consumida há milhares de anos, por povos indígenas do México e África. Estudos têm demonstrado que a Spirulina pode ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue, tornando-se assim um alimento vantajoso para os diabéticos. Pode ainda ser utilizada, por exemplo, como revitalizante geral, como suplemento alimentar na perda de peso e em caso de unhas fracas. 

É uma bactéria pertencente ao grupo das cianobactérias. É uma proteína completa de alto valor biológico contendo todos os aminoácidos essenciais. Oferece importantes ácidos gordos polinsaturados, sendo igualmente rica em vitaminas hidrossolúveis do complexo B, vitamina C e vitaminas lipossolúveis A, D, E e K. 

Ao nível dos minerais, é rica em potássio, cálcio, cobre, ferro, fósforo e magnésio, contendo igualmente um conjunto de pigmentos antioxidantes, como betacaroteno, clorofila e xantofila. O principal benefício nutricional é o potente efeito antioxidante que resulta da sua grande riqueza vitamínica e mineral.

Alga Clorela
Alga de água fresca, contém igualmente proteínas com uma proporção equilibrada de aminoácidos. Contém ainda vitaminas do complexo B, vitamina C e vitamina E, sendo a sua ingestão benéfica para a promoção da imunidade e bom funcionamento cardiovascular.

É uma alga verde, muito popular no Japão, do grupo das chlorophytas, rica em clorofila. É um alimento muito completo por conter proteínas de alto valor biológico, 18 aminoácidos (incluindo oito aminoácidos essenciais), vitaminas e minerais, enzimas, fibra e clorofila. É igualmente rica em antioxidantes, como betacaroteno e, particularmente, em vitamina B12.

Por ser extremamente rica em clorofila, estimula a formação de glóbulos vermelhos, beneficia o metabolismo e a respiração. Desempenha um papel de melhoria do sistema imunológico, na capacidade das células comunicarem e na identificação de corpos estranhos pelos linfócitos. Por ser rica em antioxidantes e em ácidos nucleicos, é favorável ao crescimento e manutenção dos tecidos.


Bagas de Goji:
Com origem no Tibete, com vitaminas, minerais e proteínas com uma proporção equilibrada de aminoácidos. Excelente alimento antioxidante, tornando-se um alimento natural ideal para reverter o envelhecimento.

Semelhantes a passas de uva, são originárias da planta chinesa lycium barbarum. 
São ricas em polissacarídeos antioxidantes e uma excelente fonte de proteína com 18 aminoácidos diferentes, entre os quais estão os oito essenciais.

Contêm ainda minerais como zinco, ferro, cobre, cálcio, selénio e fósforo e vitaminas B1, B2, B6 e vitamina E. Para além do excelente valor nutritivo essencialmente proteico os polissacarídeos são os elementos responsáveis pelo extraordinário efeito antienvelhecimento destas bagas. Apresentam benefícios na prevenção de doenças cardiovasculares e inflamatórias, fortalecendo o sistema imunitário.


Cacau:
Forte em antioxidantes e magnésio, confere proteção contra os radicais livres, fornece energia e promove a saúde muscular. As vantagens do consumo do cacau em pó são inúmeras. Ele é um alimento rico em vitaminas (como vitamina C e vitamina E) e minerais (como cálcio, fósforo, ferro, potássio e sódio), além de conter boas quantidades de fibras. O cacau é um poderoso antioxidante, por isso, previne o envelhecimento precoce e o surgimento de algumas doenças.

Um dos principais benefícios do cacau é que melhora o humor , pelo fato de ser fonte de triptofano (aminoácido responsável pela produção de serotonina), neurotransmissor ligado ao bem-estar. O cacau eleva os níveis de serotonina (neurotransmissor) que melhora o humor, é fonte de dopamina, que atua no controle do movimento, memória e sensação do prazer e feniletilamina que atua no sistema nervoso central , gerando uma boa sensação de bem-estar.

O cacau ajuda a regular a flora intestinal, pois contém flavonoides que servem como alimento para as bactérias probióticas – que, por sua vez, beneficiam o intestino. Rico em fitoquímicos e flavonoides antioxidantes (que combatem os radicais livres), o cacau ajuda a promover a saúde cardiovascular. O cacau auxilia ainda no controle dos níveis de colesterol e pressão arterial.O cacau pode auxiliar pessoas com diabetes pois está relacionado com melhora na ação da insulina (hormônio relacionado com a doença).


Maca:
A raiz de Maca, originária do Peru, era consumida sob a forma de pó pelos guerreiros incas, que assim garantiam a sua resistência e força física. Tem sido ainda tradicionalmente utilizada para aumento do desejo sexual, promoção da fertilidade e melhoria da função imunitária. É de destacar as suas qualidades para equilibrar os níveis hormonais, podendo tomar como exemplo para menstruação irregular que é uma condição que afeta muitas mulheres. Poderá ser igualmente útil para osteoporose, na menopausa e melhorar o sistema imunológico, graças ao seu conteúdo de vitamina C e B com oligoelementos. Sendo um ótimo alimento na luta contra a tuberculose, ajudando a melhorar a memória, o rendimento intelectual, ou na prevenção da depressão.

Açaí
Bagas que fazem parte da alimentação das tribos da Amazónia. Têm a forma de uma uva e apresentam cor roxa e um sabor a fruta tropical, com propriedades antioxidantes, pelo seu nível elevado de antocianinas, que são pigmentos que são igualmente encontrados no vinho tinto. Do conteúdo nutricional sobressai a riqueza proteica e lipídica, com aminoácidos essenciais e ácidos gordos polinsaturados, tendo também um conteúdo importante de vitaminas e minerais, nomeadamente vitamina A e C, cálcio, ferro.

É conhecido por ser energético e nutritivo ajudando, por exemplo, a repor os níveis normais do organismo depois do exercício físico. Os efeitos antioxidantes são a característica mais notória destas bagas.


Coco
Os cocos frescos são uma fonte de electrólitos. O seu sumo (água de coco) constitui uma alternativa mais saudável às bebidas para desportistas produzidas pela indústria.

Óleo de coco
A gordura saturada presente no óleo de coco é composta por ácidos gordos de cadeia média, cuja digestão é mais fácil, relativamente a outras gorduras saturadas (presentes, por exemplo, na carne, manteiga e ovos). Estes ácidos gordos são enviados diretamente para o fígado, sendo a produção de energia, a partir deles, mais imediata e mais efizaz.

Nozes
O seu consumo está associado a uma redução de desenvolvimento de problemas cardiovasculares. Contêm o fitoquímico ácido elágico (composto fenólico), responsável pelas propriedades antioxidantes deste alimento, em conjunto com o selénio e a vitamina E. Apresentam ainda uma proporção equilibrada de ácidos gordos ómega -3.

Sementes de Chia:
A semente de chia (Salvia hispanica L.), oriunda do México, trata-se de uma pequena semente de forma oval, de cor castanho claro, cuja composição nutricional e respectivos benefícios para a saúde já são conhecidos há centenas de anos.

Fornecem energia e, para além do destaque da sua riqueza em ómega 3, são ricas em antioxidantes, cálcio, proteínas, fibras, vitaminas e minerais.

São uma excelente fonte de fibra, com antioxidantes e minerais, sendo a fonte vegetal conhecida mais rica em ácidos gordos ómega 3. Ricas em mucopolissacarídeos, constituem uma excelente fonte de fibras alimentares, sendo altamente saciantes, contribuindo para controlar o apetite em dietas de emagrecimento.

É sobretudo benéfica para a saúde intestinal. As mucilagens destas sementes podem fixar até 12 vezes o seu peso em água, o que faz com que melhorem a qualidade e a consistência das fezes em caso de diarreia. Além disso, contribuem para a criação de uma camada de mucilagem na parede intestinal, de tal modo que as bactérias patogénicas são travadas e as mucosas podem, assim, recuperar mais depressa.

Produtos da colmeia

Geleia Real:
Trata-se de uma secreção leitosa, produto da secreção das glândulas da cabeça das abelhas operárias. A abelha-rainha alimenta-se quase exclusivamente de geleia real e vive cerca de 40 vezes mais do que o resto das abelhas. Rica em nutrientes como, por exemplo, vitamina B5 (ácido pantoténico), vital para cabelos e pele saudáveis.

Grãos de Pólen:
O pólen é recolhido pelas abelhas a partir de plantas e agregado em grânulos. Com um teor proteico elevado, é especialmente benéfico para as necessidades nutricionais e de energia extra dos atletas e para estados de convalescença. É um antídoto natural para combater alergias (febre dos fenos) e sinusite. Estudos mostram que, pela sua composição, o pólen ajuda a retardar o envelhecimento e melhora a capacidade mental e física.

Própolis:
A própolis é uma substância que reveste as paredes das colmeias das abelhas. Pesquisas mostram que tomar própolis durante gripes e resfriados ajuda a diminuir o seu tempo de duração e sintomas, nomeadamente tosse e inflamação da boca.


Melaço de Cana: 
Melaço de cana, é um subproduto da refinação do suco de cana-de-açúcar, rico em minerais como cálcio, magnésio, fosforo e outros mine O melaço contém um grande número de minerais essenciais, tais como Cálcio, Magnésio, Manganês, Potássio, Cobre, Ferro, Fósforo, Crómio, cobalto e de Sódio. É uma boa fonte de hidratos de carbono e de energia e contém açúcares. Além disso, o melaço oferece várias vitaminas tais como Niacina, Vitamina B6, Tiamina e riboflavina. O melaço é muito baixo, tanto no conteúdo de gorduras e de fibras.